Exmos. Senhores,

A Irmandade da Misericórdia da Redinha vem por este meio comunicar que, em virtude da pandemia de COVID-19, a resposta social de Centro de Dia, se encontra encerrada, a partir de hoje, dia 16 de março a 9 de abril de 2020.

De modo, a garantir a satisfação das necessidades básicas das pessoas idosas, os utentes de Centro de Dia, atualmente encontram-se integrados em Serviço de Apoio Domiciliário, resposta na qual serão garantidos somente os serviços essenciais, nomeadamente: alimentação (pequeno almoço, almoço e reforço para jantar), higiene pessoal e apoio na medicação, encontrando-se os restantes serviços suspensos até que se encontrem reunidas as condições de segurança para retomar o funcionamento normal.

Os utentes de Serviço de Apoio Domiciliário, que já integravam a referida resposta, irão usufruir, igualmente, apenas dos serviços anteriormente referidos (alimentação, higiene pessoal e apoio na medicação).

Salienta-se ainda que, as instalações da Santa Casa da Misericórdia da Redinha se encontram em funcionamento, no entanto as entradas e saídas são restritas a colaboradores e fornecedores, não sendo permitido o acesso a qualquer outra pessoa. Todos os fornecedores deverão facultar o seu nome e contacto na receção, por forma a garantir o controlo de entradas.

A Mesa Administrativa e Direção Técnica tem conhecimento do quão difícil é esta situação para a maior parte dos nossos utentes, essencialmente para os que, não tem qualquer rede de suporte, no entanto, por forma a combater a propagação do coronavírus não nos restam muitas alternativas.

Posto isto, resta-nos agradecer a compreensão e colaboração de todas as famílias e rede de suporte dos nossos utentes.

Ainda, um agradecimento muito especial a todos os colaboradores e fornecedores que, sem exceção, continuam a desenvolver a sua função em prol deste grupo de risco, as pessoas idosas, colocando-se assim em exposição, bem como às suas famílias.

Tendo presente, a instabilidade da situação que todos vivemos, alertamos as famílias para a necessidade de se reorganizarem, pois a Santa Casa da Misericórdia da Redinha não consegue garantir que, nos próximos dias,  se mantenham as condições para assegurar serviços a todos os utentes, pelo que poderá existir a necessidade de priorizar as situações em que a rede de suporte seja inexistente.

A atuação da Irmandade da Misericórdia da Redinha encontrar-se-á sempre em consonância com as orientações da Direção Geral de Saúde, com o compromisso de mantermos o contacto constante com as famílias, por forma a que, as mesmas se encontrem informadas.

Recordamos ainda que, a maioria das pessoas infectadas com COVID-19 apresentam sintomas de infeção respiratória aguda, ligeiros a moderados, nomeadamente febre (superior a 37,5), tosse e dificuldade respiratória (falta de ar), se este for o seu caso ou de um familiar não se dirija a um Centro de Saúde ou Urgência, contacte SNS 24 – 808 24 24 24 e siga as orientações dadas. É também importante, diferenciar sintomas gripais ligeiros de sintomas de Coronavírus.

Reforçamos ainda a importância de lavar as mãos regularmente; cumprimentar à distância (evitar apertos de mão e beijos); em caso de tosse ou espirro, tapar a boca e o nariz com a prega do cotovelo ou com um lenço de papel (colocar imediatamente o lenço no lixo); mantenha a distância social além dos cumprimentos à distância, o que significa pelo menos um metro de distância de todas as pessoas; e não toque nos olhos, nariz e boca.

Se viajou e teve contacto com casos confirmados de COVID-19, contacte as autoridades e mantenha-se em isolamento.

Se tem um familiar idoso, privilegie o contacto telefónico e quando o visitar mantenha a distância recomendada.

Com base em tudo o referido anteriormente, se apresentar sintomas como os descritos acima informe-nos de imediato para podermos acionar os mecanismos necessários.

A Irmandade da Misericórdia da Redinha alerta todos para a necessidade de cumprir as medidas de segurança, por forma a evitar o contágio pois, só desta forma conseguiremos garantir a continuidade dos serviços.

Neste momento o controlo e prevenção de COVID-19, depende de cada um de nós e todos os cuidados com as pessoas idosas, grupo de risco, são cruciais!

Gratos pela compreensão e colaboração de todos, convictos de que poderemos contar com cada um de vós, subscrevemo-nos com os melhores cumprimentos.

O Provedor,

Manuel Mário dos Santos Sacramento