Projectos

Conheça os nossos projectos

Projetos em curso:

LOGO conviver2

(CON)VIVER – projeto distinguido pela “GULBENKIAN CUIDA”, promovido pela Fundação Calouste Gulbenkian em parceria com o Instituto de Segurança Social. O projeto visa a disponibilização de atividades socioculturais, estimulação cognitiva, apoio psicológico e
psicoterapêutico e, de apoio de enfermagem no domicilia das pessoas idosas que integram as respostas sociais da Santa Casa da Misericórdia da Redinha, Centro de Dia e Serviço de Apoio Domiciliário. (CON)VIVER teve início em maio em 2020 e término a 31 de dezembro do referido ano, no entanto, a dotação orçamental do mesmo foi reforçada e assim, encontra-se de novo ativo, desde março de 2021 até 31 de dezembro de 2021.

 

Logótipo L.U.I.S.A. sem fundo

L.U.I.S.A. – Unidade de Intervenção e Apoio no Luto é um projeto distinguido no âmbito do Programa de Parcerias para o Impacto, enquadrado na Estrutura de Missão Portugal Inovação Social (EMPIS), mais especificamente na tipologia 3.33. O projeto L.U.I.S.A. apoia pessoas e/ou familiares com diagnóstico de doença oncológica, em processo de luto e/ou trauma, para tal dispõe de uma equipa multidisciplinar que disponibiliza apoio psicológico, social, jurídico, enfermagem, nutrição e outras áreas relevantes no âmbito das necessidades diagnosticadas. L.U.I.S.A. tem uma abrangência concelhia e se necessita de uma avaliação ou acompanhamento de L.U.I.S.A. contacte 968740152 ou a técnica da Comissão Social da sua freguesia.

FICHA DO PROJETO

 

Rede2

REDE – distinguido pelos Prémios BPI “la Caixa” 2020 Rural com o apoio financeiro de 27.550,00€ e visa identificar, sinalizar e acompanhar pessoas idosas isoladas social e/ou geograficamente da freguesia da Redinha. REDE dá uma resposta ao nível social: fomentando o convívio à distancia com recurso às novas tecnologias, apoio na submissão de requerimentos a prestações sociais e apoio biopsicossocial; promoção da satisfação das necessidades básicas: aquisição de bens e serviços de primeira necessidade, acompanhamento e transporte a consultas e realização de exames complementares de diagnóstico, encaminhamento parA diversos serviços de saúde. Os contactos telefónicos disponíveis no âmbito do projeto REDE são 916790030 e 925985515.

Complexo Social Nossa Senhora da Soledade – A Santa Casa da Misericórdia da Redinha dispõe há largos anos do objetivo de deslocalizar as atuais respostas sociais e criar uma Estrutura Residencial para Pessoas Idosas, desta forma, atualmente encontra-se em fase de elaboração do projeto de arquitetura e prevê iniciar a obra em 2022, localizada na Rua dos Barqueiros, Redinha.

Outros Projetos:

Programa Operacional de Apoio às Pessoas Mais Carenciadas (PO APMC) – ação que visa o fornecimento e distribuição de géneros alimentícios às pessoas mais carenciadas, residentes nas freguesias da Redinha e Pelariga.

Logotipo simples

CUIDAR(-TE) – projeto de cariz social, distinguido pelos Prémios BPI “la Caixa” 2019 Rural.

Gabinete de Apoio à Comunidade – visa essencialmente, prestar esclarecimentos de índole social à comunidade e/ou encaminhar para as entidades competentes de acordo com cada situação.

Banco de Ajudas Técnicas – a SCMR dispõe de diversas ajudas técnicas que se destinam a todos os indivíduos, da freguesia da Redinha, com escassos recursos financeiros e com incapacidade ou deficiência que necessitem de ajudas técnicas, por motivos de doença ou acidente, com vista a minorar as dificuldades de mobilidade e facultando uma melhoria de cuidados na dependência, face a terceiros.

Loja Social – que visa essencialmente proceder à recolha de vestuário diverso, brinquedos, calçado e outros produtos similares, disponibilizando-os à comunidade local.

Serviço de Teleassistência Domiciliária – visa disponibilizar um dispositivo de teleassistência que poderá ser utilizado 24h por dia, 365 dias por ano, em situações de emergência ou simplesmente para conversar.

CUIDAR(-TE) capacitou nas mais diversas áreas de conhecimento na prestação de cuidados, disponibilizou acompanhamento psicológico e ainda, cedeu ajudas técnicas. O projeto que decorreu ao longo do ano 2020 apoiou 32 cuidadores informais, 15 da
Freguesia da Redinha e 17 da Freguesia da Pelariga. CUIDAR(-TE) teve um apoio financeiro no valor de 35.130,00€.