Projectos

Conheça os nossos projectos

Para além dos serviços prestados no âmbito das valências de Centro de Dia e Apoio Domiciliário, a Santa Casa da Misericórdia da Redinha tem desenvolvido ao longo dos últimos anos projetos diversos, nomeadamente:

Gabinete de Apoio à Comunidade – visa essencialmente, prestar esclarecimentos de índole social à comunidade e/ou encaminhar para as entidades competentes de acordo com cada situação.

Banco de Ajudas Técnicas – visa ceder ajudas técnicas (camas articuladas, cadeiras de rodas, andarilhos, cadeiras de banho, etc.) a quem delas necessite e não disponha de recursos financeiros para os adquirir.

Loja Social – que visa essencialmente proceder à recolha de vestuário diverso, brinquedos, calçado e outros produtos similares, disponibilizando-os à comunidade local.

Serviço de Teleassistência Domiciliária – visa disponibilizar um dispositivo de teleassistência que poderá ser utilizado 24h por dia, 365 dias por ano, em situações de emergência ou simplesmente para conversar.

Programa Comunitário de Ajuda Alimentar a Carenciados (FEAC) – ação anualmente promovida pela Comissão Europeia que visa o fornecimento e distribuição de géneros alimentícios a favor das pessoas mais necessitadas.

CUIDAR(-TE) – projeto de cariz social, distinguido pelos Prémios BPI “la Caixa” 2019 Rural, que tem como objetivos gerais: capacitar os cuidadores informais de conhecimentos e competências nas mais diversas áreas da geriatria, prestar apoio psicológico aos cuidadores informais e criar um banco de ajudas técnicas. A intervenção é assegurada por uma equipa multidisciplinar: Gerontólogo Social, Técnico Superior de Serviço Social, Psicólogo, Enfermeiro e Nutricionista que alcançarão trinta cuidadores informais da freguesia da Redinha e Pelariga, ao longo do ano 2020.

(CON)VIVER – financiado pela Fundação Calouste Gulbenkian em cooperação com o Instituto de Segurança Social. Este projeto visa alargar a intervenção da animação sociocultural com recurso ao sistema interativo siosLife móvel, garantir o acompanhamento psicológico das pessoas idosas, e ainda, reforçar o stock de equipamentos que possibilitam o fornecimento das refeições. (CON)VIVER permitirá dar dar resposta à pandemia pelo novo coronavírus, alargando o leque de serviços disponibilizados a 50 pessoas idosas, até 31 de dezembro de 2020.

L.U.I.S.A. – Unidade de Intervenção e Apoio no Luto – distinguido no âmbito do Programa de Parcerias para o Impacto, enquadrado na Estrutura de Missão Portugal Inovação Social (EMPIS), mais especificamente na tipologia 3.33.
O referido projeto é composto por uma equipa multidisciplinar que tem como objetivo fulcral criar um serviço de proximidade com uma intervenção diferenciada no processo de luto, diagnóstico de doença oncológica e/ou traumas. E o serviço de proximidade será assegurado pela integração dos Técnicos Superiores das Comissões Sociais de Freguesia e/ou outras pessoas de relevo que intervenham diretamente com os possíveis beneficiários.
L.U.I.S.A. é um projeto de resposta concelhia que iniciará a sua intervenção no dia 1 de junho de 2020 e se prolongará até 31 de maio de 2023.

FICHA DE PROJETO 

 

NOVA SEDE – Durante o presente ano, a Santa Casa da Misericórdia da Redinha pretende submeter no âmbito do Quadro Comunitário 2014-2020, um projeto para construção de uma nova sede que permita alargar a capacidade das respostas sociais já existentes (Centro de Dia e Apoio Domiciliário), complementando-as com a resposta de Estrutura Residencial para Idosos.